Tecnologia

Tutorial: Dupla Exposição no Photoshop

Primeiro vamos a uma breve explicação sobre o que é dupla exposição! Dupla exposição é o efeito que acontece quando duas cenas diferentes são mostradas na mesma fotografia, isto é, são sobrepostas. Isso acontecia quando o filme não era girado corretamente e a câmera acabava realmente registrando duas fotos no mesmo espaço do negativo.
É possível fotografar a mesma pessoa duas vezes, uma cena de movimento, vários ângulos de um mesmo cenário e muito mais. Com a dupla (ou múltipla) exposição, não existem muitas regras e você pode criar cenas surreais e bastante descontraídas, bastando ter criatividade e muita determinação para aprender.
Mesmo que originalmente a exposição múltipla seja um recurso da fotografia analógica, o Photoshop está sempre pronto para ajudar quem
quiser fazer isso com as suas fotografias digitais. E a melhor parte é que é extremamente simples fazer dupla exposição usando o software,
apesar de o resultado não ser perfeito — as fotografias com dupla exposição feitas com filme ainda são mais bonitas e criativas, na maior
parte dos casos.
Não existe uma regra para a escolha de imagens, pois você pode misturar qualquer fotografia nessa técnica; porém, para resultados melhores usando o Photoshop, algumas dicas podem ser úteis. Por exemplo, é interessante mesclar imagens que contenham contrastes entre o claro e o escuro, para que os modos de mesclagem do software funcionem melhor.
Depois de abrir a imagem de fundo, você pode usar o seu método preferido para abrir outra imagem por cima. Eu simplesmente dou ctrl+c/v e colo sobre a imagem de fundo. Se você usar mais do que uma sobreposição, faça isso com uma imagem de cada vez, para poder ter o domínio de cada edição.
Clique no layer de cima e vá alterando o modo de mesclagem e a opacidade. Alguns modos que costumam ficar bons, principalmente com
silhuetas: “Lighten”, “Screen”, “Linear Dodge” e “Color Dodge”. Se você achar que a imagem de cima poderia aparecer menos, ajuste a opacidade para que a fotografia de base seja mais destacada.
Alguns ajustes também são úteis, como os níveis e o seletor de cor, para acentuar sombras e áreas claras e para corrigir misturas de cor que não derem muito certo.
Agora é só se inspirar! 🙂

7 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: