Uncategorized

Você vai passar a vida toda tentando não fazer inimigos até descobrir que é impossivel

Desde criança eu me esforcei por coisas bobas, para que ninguém tivesse nada contra mim por exemplo, eu tentava ser agradável com todo mundo para que as pessoas que me rodeavam sempre permanecessem simpáticas, nada me apavorava mais que a possibilidade de entrar em uma discussão, ou pior, em uma briga.
Por culpa disso muitas vezes eu fazia coisas que não queria, deixava de fazer as coisas que eu queria e é claro, quase nunca expressava minha opinião, mas acontece que não importa o quanto você tente ser agradável com as pessoas, é impossível agradar todo mundo e sempre vai ter alguém que não gosta de você por motivo algum.
Minhas primeiras inimizades aconteceram na por volta da quinta série, por causa de uma estúpida paixonite adolescente, uma das garotas que se voltou contra mim era minha “amiga” ela se juntou a outra garota da nossa sala contra mim e começaram a me difamar por causa de um “Acho que gosto dele” queriam até mesmo brigar da saída da escola, eu suei frio e passei mal diante dessa situação, não pelo medo de brigar, mas por ter de lidar com algo assim, uma “amiga” queria meu mal, foi a primeira vez que minha pressão baixou, mas isso teve um lado bom, serviu para que eu fosse procurar boas companhias e gente que me considerasse de verdade. Ad duas que me difamaram são amigas até hoje, engraçado como o ódio une as pessoas.
O segundo caso foi bem depois, já na época do vestibular, havia uma garota que não gostava de mim na escola, eu sabia pelo jeito que ela me olhava, na época eu tinha o cabelo azul, acho que ela me odiava por eu ter tomado o “título” de descolada da escola haha, eu nunca liguei para isso, mas ela começou a mandar indiretas em redes sociais, eu nunca me queimei, eu nem ligava, até que ela começou a fazer comentários “hater” no meu antigo blog, eu não aguentei e tive de revidar, foi um discurso de odeio atrás do outro (via twitter), ainda acho graça da minha infantilidade naquela época.
O ultimo acontecimento foi a pouco tempo, e me fez perceber que não importava o quanto eu tentasse, sempre ia ter alguém me odiando simplesmente por eu tentar ser feliz, pessoas que eu julgava próximas a mim tentaram destruir algo que eu amo e como não conseguiram, resolveram envolver outras pessoas é claro. Mas dessa vez eu não tentei, nem tive vontade de reverter a situação, se eu tinha consideração e a pessoa nenhuma o melhor a fazer foi me manter bem distante, quero ao meu lado gente que me faz bem, gente que me deixa saudável, mão gente que quer estragar a felicidade dos outros, isso me deixa doente.
Por fim é isso que digo, se aproxime de quem te faz bem e cultive esses relacionamentos, não corra atrás de quem te deixou triste ou não gosta de você, pessoas assim sempre vão existir, então trate de colocar relacionamentos ruins onde eles devem estar: no lixo.

37 Comments

  • Patriny Marcelle

    Oiii Cecília. Esse post me fez lembrar de alguns momentos da minha vida. Acho que todo mundo passa por isso né? Lembro que minhas maiores brigas no fundamental eram por eu me destacar nas notas. Até que a partir da quinta série os amores apareceram e isso também me causou problemas. Já no ensino médio o buraco foi bem mais em baixo. Brigas também por amores, mas também por questões financeiras e sociais. Foi uma época bem tensa na minha vida. Agora, na faculdade, também ando tendo certos problemas. Mas amadureci e sei lidar muito melhor com eles. Isso faz parte do crescimento de cada um né? São coisas que sempre vão existir. Mas é bem mais fácil quando a gente aprende a conviver com esse tipo de coisa.
    Beijooos
    Blog
    YouTube 
    Facebook 

  • gih

    Oiii. Adorei seu desabafo e super concordo. Mas ao contrário de você, eu nunca fiz questão de agradar ninguém. Sempre procurei ser eu mesma. Mas claro, que como todos, passei por aquela fase onde eu tentava agradar. Mas eu vi que não rolava. Que quem não gostava de mim, não ia gostar de jeito nenhum. Então tratei de voltar a ser eu mesma e joguei um grande foda-se, hehehe
    Beijão
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

  • Mone Venzel

    Excelente texto!
    Tudo verdade..
    Infelizmente, não importa o quanto a gente seja agradável e educada com as pessoas, sempre tem alguém mesquinho o suficiente pra difamar quem tem coragem de dar a cara a tapa e ser feliz a própria maneira. Sempre tem algum invejoso que não tem coragem de fazer as coisas que gosta e por isso vai tentar destruir quem faz.
    Também sempre fui igual a você. Sempre fui educada com todo mundo. Sempre tentando ser agradável. E faço isso até hoje. Sempre trato as pessoas do jeito que gostaria de ser tratada. Minha única diferença é que eu não fazia as coisas que não queria nem deixava de fazer as que queria. Eu sempre tratava as pessoas com educação, mas não deixava as vontades dos outros passarem por cima das minhas. Pelo menos não as de pessoas que não tinham nada a ver comigo.
    Mas isso faz parte da vida né.. é aprendizado de qualquer forma. ^^
    Parabéns pelo texto!
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

  • Hangover at 16 (contato)

    Concordo totalmente com você. Tive uma época estranha da vida que também queria agradar, e percebi que acabei perdendo aquela quem eu era de verdade, só por tentar fazer os outros sorrirem, e aprendi que isso não vale a pena. Não importa o quanto você se esforce, nunca vai conseguir agradar a todos, então o mais importante é ser você mesma, e quem realmente gostar de você desse jeito, vai continuar sempre ao seu lado

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br
    Tem resenha nova no blog de "Coração Artificial", vem conferir!

  • Natalia Biazzi

    Seu texto mexeu muito comigo, me identifiquei bastante com as situações que você viveu.
    Felizmente hoje em dia eu penso como você e não ligo mais se o meu jeito vai afastar as pessoas, porque mesmo tendo passado boa parte da minha vida tentando ser gentil e agradável muita gente cultivou ódio por mim sem eu ter feito absolutamente nada.
    Outra coisa que me chamou a atenção foi a questão do ódio em comum unir as pessoas, há uns 2 meses atrás fiz um post falando sobre isso no meu blog. Como as pessoas podem ser tão ridículas a ponto de se unirem pelo fato de querer o mal de alguém. O mais triste é que isso é muito comum. :/
    Beijos. ♥
    http://infinitafeminice.blogspot.com.br/

  • Vestindo Ideias

    Ha eu sofro do mesmo mal, sempre tive váaarias inimizades. Acho que as pessoas têm que aceitar que as outras são diferentes e ponto, quando tive cabelo colorido uma menina ficava me encarando e fazendo piadas, ai depois ela pintou também porque queria ser descolada kkk Ai essas pessoas haha Enfim, me identifiquei com o seu texto!

    http://www.vestindoideias.com

  • Anne

    A gente perde um tempo precioso tentando agradar quem não merece, e algumas pessoas nunca vão mesmo te perdoar por ser feliz. Ou por ser quem é.
    Importante é que a gente aprende, desapega e dá a volta por cima!
    Beijo

  • Marilis Dutra

    Oi minha flor
    não fala isso de tentar agradar alguém, pois quem gostar de você vai gostar de suas qualidades e defeitos, lembra nem Jesus agradou a todos quem somos nós não é verdade, e essas pessoas que te fizeram mal deseja a elas que Deus de vida longa para verem o seu sucesso 😉
    bjss

    Batom&Blush |http://marilisdasilvadutra.blogspot.com.br/|

  • Camilla Marques

    OI Cecília, eu acho que devemos fazer isso mesmo, se aproximar das pessoas que estão abertas e dispostas em ter uma amizade com a gente, e deixar de lado aquelas que não estão assim tão receptivas. Na real, ninguém é obrigada mesmo a gostar de ninguém e a gente não tem que mudar nossa personalidade e nosso jeito de ser para agradar o próximo, devemos nos agradar em primeiro lugar. Esses problemas que você enfrentou no colégio e tal, ao meu ver só mostram como essa pessoas eram super inferiores e que na verdade possuíam inveja de você! Enfim, adorei seu texto! bjss

    De Coturno & Spikes

  • Carol Daixum

    Impossível querer agradar a todos, né? Uma vez eu li isso e sempre tento lembrar quando eu estou passando por algum problema parecido: vai ter gente que vai te amar por um motivo e vai ter gente que vai te odiar pelo mesmo. (não sei se é exatamente isso, mas dá para entender) 😉
    Sei que não é fácil. Tem gente que magoa a gente e a gente nem imaginava que isso fosse acontecer, né? Relacionamentos não são fáceis. Mas o melhor é manter por perto gente que nos faz bem (e vice versa). E tem gente que já se encaixou um dia na nossa vida, mas atualmente não se encaixa mais. E tudo bem. As coisas mudam mesmo! O melhor é deixar ir, sem mágoas, sem nada. Ter na cabeça que valeu a pena, mas agora não vale mais. Claro, que na prática a teoria é mais complicada, mas não é impossível.

    Beijocas,
    Carol
    http://www.pequenajornalista.com.br

  • Nanna Cunha

    É complicado, todos nós passamos por isso, eu tinha blog e canal antes desse e uma pessoa entrou anonimamente e começou a me ofender, sem nem me conhecer. Críticas construtivas são sempre bem vindas, mas ofensivas não, acabei desistindo do que gostava, mas com a maturidade percebi que estava errada em deixar de fazer o que gosto por causa de uma pessoa só. Você está certa devemos valorizar os poucos e bons.
    Boa terça-feira!
    Fica com Deus!
    Beijo!

    http://nannacunha.blogspot.com.br

  • Julia Villela

    Passei por isso também, mas minhas inimazades começaram na 4ºano, eu era tão nova, e as meninas não gostavam de mim, as vezes até sem motivo, só do fato de " Ela é gorda, é feia, usa oculos, e não tem nada aver com a gente", era isso que eu escutava sobre mim. Cai sob depressões, sofria muito bulliyng, e sempre era a mais zuadinha da turma.
    Mas olha aqui hoje, estou FELIZ pelo que eu sou, tenho amigos, e olha que encontro no rua essas meninas que me zoavam, e ficam olhando pra mim, pois eu mudei muito.
    Fique com quem te transmite a felicidade.
    Fiquei muito feliz em te ver lá no blog viu, obg.
    beijinhos,
    http://www.eaijuliablog.blogspot.com

  • Lulu on the Sky

    Olá, Cecília!
    Aprendi depois muito levar cabeçadas na tentativa de agradar a todos, que sempre vai ter pessoas que vão amar e odiar você pelo que você é. Temos que valorizar aqueles que gostam da gente e respeitam nossas diferenças.
    Big Beijos
    Lulu on the Sky

  • Gurias Gata

    Oii… poxa vida me identifiquei com vc em algumas situações..
    o pior tambem é quando fazemos de um todo pela a amizade dai um belo dia que vc não pode ajudar a pessoa te vira a cara..pra acabar mesmo !!!
    Beijos.
    Gurias Gata

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: