Livro: Água para elefantes / Autora: Sara Gruen / Ano: 2007 / Páginas: 272 / Editora: Arqueiro: Nota: ♥♥♥♥

Desde que perdeu sua esposa, Jacob Jankowski vive
numa casa de repouso, cercado por senhoras simpáticas, enfermeiras
solícitas e fantasmas do passado. Por 70 anos Jacob guardou um segredo.
Ele nunca falou a ninguém sobre os anos de sua juventude em que
trabalhou no circo. Até agora.
Aos 23 anos, Jacob era um
estudante de veterinária. Mas sua sorte muda quando seus pais morrem num
acidente de carro. Órfão, sem dinheiro e sem ter para onde ir, ele
deixa a faculdade antes de prestar os exames finais e acaba pulando em
um trem em movimento – o Esquadrão Voador do circo Irmãos Benzini, o
Maior Espetáculo da Terra.
Admitido para cuidar dos animais,
Jacob sofrerá nas mãos do Tio Al, o empresário tirano do circo, e de
August, o ora encantador, ora intratável chefe do setor dos animais.
É
também sob as lonas dos Irmãos Benzini que Jacob vai se apaixonar duas
vezes: primeiro por Marlena, a bela estrela do número dos cavalos e
esposa de August, e depois por Rosie, a elefanta aparentemente estúpida
que deveria ser a salvação do circo.
“Água para Elefantes” é tão
envolvente que seus personagens continuam vivos muito depois de termos
virado a última página. Sara Gruen nos transporta a um mundo misterioso e
encantador, construído com tamanha riqueza de detalhes que é quase
possível respirar sua atmosfera.

O livro começa com a narrativa do “rabugento” Jacob, lá pelos seus noventa anos, ela começa contando como perdeu os pais e herdou as dividas da família e por isso teve de largar a faculdade de veterinária para buscar uma forma de sustento.
Eu criei interesse em ler esse livro por causa do filme que acho maravilhoso e percebi que foi uma adaptação bem fiel ao original!
Tio Al é um mercenário nato. Com a crise de 30, vários circos estão
falindo, e ele compra as melhores carcaças pagando pouco. Eis que ele
compra uma elefanta, Rosie. Depois de um desastre com os cavalos,
Marlenas está sem poder realizar um número principal e August, o diretor
de animais e marido de Marlena é encarregado de criar um novo número
usando a elefanta. Entretanto, Rosie não entende nada do que eles falam e
logo é dada por burra.

“Fico observando, assombrado, enquanto uma grande quantidade tanto de
crianças como de adultos corre para ver Rosie, que é de longe o animal
mais popular de todos. Ela abana as grandes orelhas enquanto aceita
doces, pipoca e até chicletes dos visitantes maravilhados”  

O Circo esconde muitos segredos e intrigar, a autora dá uma equilibrada nisso colocando um toque de romance nas páginas, o livro é curto, mas a leitura é cansativa, já no final várias cenas dão vontade de chorar.
Uma das coisas que mais me incomodou no livro foi o palavreado de alguns personagens, palavras chulas despejadas em várias páginas, achei desbocado e ficaria mais feliz se a autora não tivesse pesado tanto a mão em algumas palavras.
No fim das contas, August desconfia que Marlena e Jacob tem um caso e
acaba batendo nos dois, em uma noite, após o primeiro espetáculo de
Rosie. Marlena se separa de August e Jacob promete fugir com ela, depois
que ajudar os seus amigos de quarto a fugirem também, um aleijado e um
anão, mas, em uma noite, seus dois amigos são jogados para fora do trem
pelos capangas de August e a vida de Jacob começa a correr perigo.

“Só me resta passar o tempo esperando o inevitável, observando os
fantasmas do meu passado se agitarem em volta do meu presente
insignificante. Eles se chocam e se esbarram à vontade, principalmente
por não haver nenhuma resistência. Parei de lutar contra eles.”

O livro teve seus altos e baixos, mas para uma leitura de férias foi bom para tirar o tédio, recomendo para quem gosta de um romance cheio de aventuras!

Categories: Uncategorized

8 Comments

[ Livro ] Água para Elefantes – Sara Gruen

  1. Oi, Cecilia.
    Eu não li o livro, mas acabei assistindo ao filme e adorei, embora não goste de Robert Pattinson… Acho que Crepúsculo em traumatizou hahaha

    Esse é um dos livros que ainda está na minha wishlist, mas que sei que irei demorar para ler, com tanta coisa na fila.

    Beijos

    Meu Meio Devaneio

  2. Eu também sou um dos que apenas assistiu ao filme e honestamente o Pattison era o namorado perfeito da Kirsten, os dois tem cara de nada.
    A sorte é que tem a Reese que eu adoro, porem o gênero, na época em que assisti não faziam muito meu estilo e se quero dar uma opinião mais embasada precisaria ver de novo.
    quatroselos.blogspot.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *