Titulo: O Despertar do Principe / Saga: Deuses do Egito / Autora: Colleen Houck / Editora: Arqueiro / Ano: 2015 / Páginas: 384 / Nota: ♥♥♥♥♥

Sinopse: O despertar do príncipe é o primeiro volume da aguardada série Deuses do
Egito, uma aventura fascinante que vai nos transportar para cenários
extraordinários e nos apresentar a criaturas fantásticas da rica
mitologia egípcia. Colleen Houck é autora de A maldição do tigre, série
que já vendeu mais de 500 mil exemplares no Brasil. “Os fãs de Rick
Riordan vão se divertir com esta fantasia. Uma narrativa incrivelmente
bem pesquisada com um ar de mistério e romance.” — School Library
Journal Aos 17 anos, Lilliana Young tem uma vida aparentemente
invejável. Ela mora em um luxuoso hotel de Nova York com os pais ricos e
bem-sucedidos, só usa roupas de grife, recebe uma generosa mesada e tem
liberdade para explorar a cidade. Mas para isso ela precisa seguir
algumas regras: só tirar notas altas no colégio, apresentar-se
adequadamente nas festas com os pais e fazer amizade apenas com quem
eles aprovarem. Um dia, na seção egípcia do Metropolitan Museum of Art,
Lily está pensando numa maneira de convencer os pais a deixá-la escolher
a própria carreira, quando uma figura espantosa cruza o seu caminho:
uma múmia — na verdade, um príncipe egípcio com poderes divinos que
acaba de despertar de um sono de mil anos. A partir daí, a vida
solitária e super-regrada de Lily sofre uma reviravolta. Uma força
irresistível a leva a seguir o príncipe Amon até o lendário Vale dos
Reis, no Egito, em busca dos outros dois irmãos adormecidos, numa luta
contra o tempo para realizar a cerimônia que é a última esperança para
salvar a humanidade do maligno deus Seth. Em O despertar do príncipe,
Colleen Houck apresenta uma narrativa inteligente, cheia de humor e
ironia.

“Perguntei-me qual seria a sensação de só acordar uma vez a cada mil
anos, de ver o mundo mudar e avançar sem mim, de não ter nenhum vínculo
com ninguém, nenhum parente. Ele deve se sentir terrivelmente sozinho.
Embora não pudéssemos ser mais diferentes um do outro, eu sabia o que a
solidão fazia com uma pessoa.”
Fiquei surpresa de ter gostando tanto desse livro, normalmente os livros da Colleen são só um passatempo rápido pra mim, historias românticas sem muito apego e tal, por isso relutei em da ruma chance a esse livro, por se tratar de uma das mitologias que eu mais gosto na vida.
Confesso que fiquei com muita raiva da protagonista não saber absolutamente nada sobre mitologia, mas ok, respira, foi um modo da autora explicar o que se passava a quem nunca teve contato com as historias (nem no ensino médio sdds).
Passada a raiva da protagonista me deixei envolver pelo livro, esse ano ainda não tinha pegado em nenhuma leitura que me deixasse tão absorta, que me fizesse querer parar tudo (até o tempo) para ler e que me tirasse uma noite de sono, você fica me devendo essa Collen rs.
Achei os personagens secundários até mais… ok as palavras me fugiram, mas posso dizer que fiquei mais contente no geral com os personagens secundários que com o casal principal, os irmão são bem charmosos haha.
E o porque disso? Porque romances assim simplesmente não me convencem, o background da historia é maravilhoso, mas esse romance? é bem ok, nada de mais, nada satisfatório, enfim, muito perfeitinho pra me agradar.

“É preciso se sacrificar para que outros possam encontrar a felicidade.”

Acontece que no fim eu acabei torcendo pelo casal haha nosso protagonista Amon resolveu parar de fazer doce e contar porque se afastava tanto de Lily, por uma boa causa é claro, mas também algo que poderia ter sido revelado mais cedo, me coloco no lugar da moça, eu já teria dado o fora a muito tempo depois de ser tão rejeitada pelo príncipe.

“Você vem? Devo confessar que estou pronta para um banquete.”
“E o que você está comemorando, jovem Lily?”
“Possibilidades. Vamos celebrar o desconhecido.”

No fim, o livro acaba com uma deixa para a continuação “O coração da Esfinge” Que ainda não saiu, no livro você pode encontrar o primeiro capitulo já traduzido, mas eu preferi não me torturar e não li, assim não fico louca enquanto a continuação não sai.

Não ouso revelar o desejo do meu coração. Se eu o expressar, mesmo para
alguém tão compreensivo quanto você, estarei depositando meu destino
nas mãos de um universo frio. Enquanto eu o guardar só para mim,
transbordarei de possibilidades, mas, se ele me escapar, ficarei perdido
e vazio.”

E vocês, ansioso para encarar uma aventura Egípcia?

CATEGORIAS:Uncategorized

Comentários

[ Livro ] O Despertar do Principe – Colleen Houck

  1. Oie Cecilia =)

    Sou suspeita para falar, por que amo os livros da Colleen, porém confesso que achei a Lily muito parecida com a Kelsey e isso me irritou um pouco, por que odeio a Kelsey rs…

    Estou bem curiosa para ler a sequencia, já que amo mitologia egípcia.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias…
    @mydearlibrary

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *