Uncategorized

24 Coisas que aprendi em 24 anos

O Tempo passa rápido, parece que foi um dia desses que eu tinha 12 anos e pensava que dali a mais 12 eu estaria, casada e quem sabe esperando o primeiro filho que nem minha mãe, mas a medida que fui crescendo, percebi que não era isso que eu queria aos 24, a cada ano os sonhos mudavam, hoje eu sei o que quero, mas o que será que vou sonhar amanhã? Será que ainda vou querer viajar o Mundo (certeza que sim né), será que vou continuar no Jornalismo? Bom, quando o dia de amanhã chegar eu descubro hahaha.
E nesses 24 anos de sonhos realizados e outros nem tantos, eu aprendi muita coisa, por onde começar…
1 – Tá tudo bem em mudar
Eu mudei de curso na faculdade quatro vezes, já fiz filosofia, administração e arte, nada disso era o que eu queria de verdade, só fiz porque foram os cursos que consegui passar em faculdade publica, o que eu queria de verdade a nota nunca era suficiente, e nesse tempo eu me descobri, conheci gente massa, gente paia também, e mudei muito, da menina tímida que não pedia nem informação por vergonha, virei uma pessoa bem mais confiante e extrovertida.
2 – Não Posso desistir dos meus sonhos
Como eu disse ali no item anterior, nenhum dos cursos era o que eu realmente queria, meu primeiro vestibular foi para Jornalismo e não passei, então ano passado decidi que era hora de seguir isso e consegui o Fies para meu curso, agora é só felicidade, ainda tenho muitos sonhos para realizar é claro, e vou continuar me esforçando.

3 – Nem tudo sai como planejado
Não temos controle sob tudo na vida, aliás, se tivermos controle sobre 20% do que acontece na nossa vida já é muita coisa, tudo é imprevisível e cheio de surpresas e isso não têm que ser ruim! Confesso que preciso desapegar de ter controle, mas ainda tenho muitos anos pra isso.

4 – Um tempo pra mim
Família, amigos, namorado, se é difícil dedicar tempo pra todo mundo, imagina tirar um tempo para si mesma? mas aprendi que preciso fazer um esforcinho e tirar sim um tempo pra mim, seja para beleza ou só para ficar de papo pro ar assistindo series.
5 – Não viver de aparências
Isso é algo de mim, desde criança nunca me importei com o que as pessoas falavam, na adolescência até tive cabelo azul, me fazia feliz, eu me sentia diferente, aprendi a tolerar olhares tortos e a encarar esses olhares até que parassem, nunca tive medo de mostrar quem sou, afinal só me importa a opinião de quem eu amo, não a de um estranho na rua.
6 – Quanto mais bixo melhor
Faz uns três anos que adotei minha cadela Zula, um ano depois adotei a Khalessi, queria um gato para completar o trio, mas sempre tive medo das cadelas avançarem no bixinho, mas ai peguei o remela (sim esse é o nome do gato) e fiz o teste, com menos de uma semana ele conquistou as cadelas e os três dormem até juntos agora, sem falar que é maravilhoso ver eles brincando, a casa com certeza ficou mais alegre.

7 – Pode comer doce sim!
Nos últimos anos meu metabolismo desacelerou e eu engordei bastante, tentei dietas radicais e nada funcionou, decidi largar dessa ideia de emagrecimento e comer meu chocolate em paz, ainda tento emagrecer, mas agora com exercícios e menos junk food (que não seja chocolate).

8 – Não se enganar
Mesma coisa da dieta, eu me enganava cavando um buraco e tapando outro, não adianta de nada se enganar não é mesmo? aprendi a aceitar as coisas e procurar soluções verdadeiras para elas, uma hora dá certo.
9 – Cuidar do Cabelo
Quando mais nova eu ia dormir de cabelo molhado e ainda molhava ele na manhã seguinte sem lavar, imaginem, meu cabelo era o ó, depois de cortar ele estilo chanel, aprendi a cuidar melhor do moço, agora tô deixando crescer de novo e dando muito amor no processo.
10 – Para ter um bom relacionamento é preciso confiança
Além de muito respeito, hoje eu estou a dois ano e meio com o Zé, têm sido um relacionamento maravilhoso, mas no passado já tive relacionamentos ruins, até abusivos, onde a confiança era totalmente desprezada, graças a Deus me livrei disso.
11 – A sabedoria dos nossos pais
Eu sempre fui bem cabeça dura, dificilmente escutava os conselhos de quem só queria ver minha felicidade, conversando com minha mãe eu percebi o quanto amadureci e passei a dar ouvido a eles, resultado: as coisas agora estão dando certo.
12 – Positividade atrai Positividade
Acho que todo mundo atrai o que pensa, sempre tento manter pensamento negativos bem longe de mim, melhor prevenir que remediar né? Já virou habito pensar coisas positivas para o dia ao acordar e agradecer pelo de bom que aconteceu no dia antes de dormir.
13 – Que amo Fotografia
A paixão começou aos 14 anos de idade, dez anos atrás, quando ganhei minha primeira câmera cybershot, antes eu tinha uma analógica, mas comprar/revelar filme saia muito caro, então pouco praticava, mais sete anos depois e comprei minha câmera profissional, desde então têm sido muito aprendizado.
14 – A guardar dinheiro
Eu nunca fui muito de gastar, mas também não sabia economizar, gastava meu dinheiro com besteiras e nunca conseguia comprar o que eu queria, aprendi a economizar quando decidi comprar minha câmera profissional e não foi tão difícil, agora toda vez que quero juntar dinheiro eu coloco uma meta e digo que vou economizar para realiza-la.
15 – Que a felicidade já está dentro de mim
A felicidade está nos seus olhos, enxergas as coisas a sua volta de
maneira positiva, faz com que o resto não determine sua felicidade, uma
vez que você acorda feliz, toma um bom café e é simpático no caminho
para seus afazeres diários, seu cérebro se enche de dopamina e pisar num
coco de cachorro no caminho não parece mais tão ruim, o mesmo vale para
noticias desagradáveis, elas não vão te afetar tanto se a felicidade
estiver em você.
16 – A parar de procrastinar
E ainda escrevi umas boas dicas de como se livrar disso.
17 – A me organizar
Bagunça visual sempre foi uma coisa que me deu raiva, mas aprendi que não adiantava de nada socar um monte de coisa e deixar o guarda roupa explodindo, meu quarto ficou mais “clean” depois de muitas tentativas.
18 – A reclamar menos
Você já parou para pensar que reclamar não vai melhorar nem mudar nada?
Que quando você reclama da sua mãe, avó ou irmã você não está fazendo
nada se não incomodar?
Vamos colocar em um exemplo simples: Você reclama que o almoço não está
pronto ainda e que você está com fome. ok, você reclamou, mas e ai? você
levantou sua bunda da cadeira do computador para saber se alguém
precisava da sua ajuda? (A essa altura da vida ninguém deve chamar mais
você para ajudar porque sabe que não adianta) Ou foi lá você mesmo e
colocou seu almoço? Não né?
Eu era assim, aprendi a não ser, thank god.
19 – Que o primeiro amor é o amor próprio
Se conhecer, perceber seus próprios limites, perceber gostos e aversões, isso é se amar e esse é nosso primeiro amor.
Quando o aprendemos, quando o sentimos e só quanto ele acontece é que
estamos aptos a amar o outro verdadeiramente, quando nos entendemos e
quando nossa própria complexidade é amada, é quando a magia acontece.
20 – Aprendi que adoro me maquiar
Já passei por aquela fase ~gótica~ cheia de lápis preto no olho, mas não é disso que estou falando hahaha recentemente tomei gosto pela coisa, realmente querendo aprender técnicas e coisas do tipo, tenho treinado e estudado bastante, quem sabe no futuro não faço uns vídeos sobre?
21 – Aprendi que um abraço pode acalmar
E que pode eternizar um momento também.
22 – Dá pra gostar de muitas coisas diferentes ao mesmo tempo
De animes, series, livros, historias em quadrinhos, vídeo games, dá pra gostar de desenhas, escrever, fotografar, dá pra ser tantas coisas dentro de uma pessoa só ♥ nós somos imensos por dentro, temos espaço para vários “eus”.
23 – Dormir é muito gostoso
E eu não preciso me sentir culpada por isso! Eu preciso sim de umas horas a mais de sono se quiser ser produtiva no dia seguinte, do contrário passo o dia inteiro letárgica.
24 – Que quem torna o dia do seu aniversário especial é você
Pro resto do mundo pode ser só um dia como qualquer outro, mas pra você é o dia especial do ano, o seu dia, então pode planejar, pode gastar um pouquinho mais, o importante é tornar especial seja com muitas ou poucas companhias.

40 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: